alt

Os deputados federais Ezequiel Fonseca (PP), Victório Galli (PSC), Nilson Leitão (PSDB), Adilton Sachetti e Fábio Garcia, ambos do PSB, estiveram reunidos na segunda (2) a fim de buscar estratégias para garantir unidade nas ações em Brasília (DF). 

Um dos focos do grupo é assegurar a coordenação da bancada federal de Mato Grosso, indicando o representante dos 8 deputados federais e 3 senadores no Congresso Nacional. Para isso, precisam atrair, pelo menos, mais um parlamentar, ficando com a maioria dos apoios. A proximidade de Sachetti com o senador Blairo Maggi (PR) seria estratégica nesse convencimento.

Outro alvo seria o senador José Medeiros (PPS), eleito suplente do governador Pedro Taques (PDT) e que assumiu o cargo em janeiro deste ano após renúncia do pedetista. A conversa com os demais parlamentares – deputados federais Ságuas Moraes (PT), Carlos Bezerra (PMDB) e Valtenir Pereira (Pros) e senador Wellington Fagundes (PR) – deve ocorrer nos próximos dias já que o prazo final para indicação se encerra antes do Carnaval. Na última legislatura, o cargo foi ocupado pelo ex-deputado federal Eliene Lima (PSD).

Nos bastidores, o nome de Ezequiel Fonseca circula como principal interessado em ocupar o posto, mas em razão da condição de estreante, e possíveis resistências em razão disso, estaria trabalhando na articulação junto aos demais parlamentares. A experiência enquanto presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), e dessa forma conhecedor das demandas regionais, pode ser usada a favor do progressista assim como o fato dele ser presidente do PP em Mato Grosso. Fato é que, se consolidada a coordenação da bancada federal, Taques teria mais um grupo do Legislativo alinhado ao Palácio Paiaguás. Recentemente, a mesa diretora da Assembleia foi eleita conforme a “vontade” do pedetista, embora tenha negado tal interferência.

Outras pautas

Além da coordenação de bancada, os deputados apontaram quais comissões e frentes parlamentares têm mais interesse de integrar e se comprometeram em distribuir as participações para promover debates diferenciados. Agricultura, Educação e Desenvolvimento da Fronteira foram citadas na reunião. Os parlamentares também demonstraram preocupação em relação ao repasse das emendas em razão do contingenciamento anunciado pelo Governo Federal.

Já para alinhar as atividades com os interesses do Governo do Estado, o grupo dos cinco deve se reunir com o governador Pedro Taques (PDT) na tarde da próxima segunda (9).

Fonte: rdnews