POPULAÇÃO DE GAUCHA DO NORTE, em especial, servidores públicos do Poder Executivo deste, venho por este comunicado aclamá-los e também agradecê-los. Os atos por vocês praticados nesta data, demonstraram que vivemos em um Estado de democracia em que o povo é praticante, porém senhores esta nota também vem para esclarecer que aos Senhores que boatos mentirosos foram lançados à vocês, são todos parte de um jogo político, pois em momento algum este Poder Legislativo cogitou a possibilidade de prejudicar o pagamento de vossos salários e encargos, apenas esclareço que o projeto pelo qual vocês foram usados para forçar este Poder a aprovar, diz respeito a muito mais que apenas o pagamento dos servidores do executivo. O projeto em questão chegou ao vosso conhecimento no final do dia 25/09, quando finalizarmos o expediente, sendo sua natureza de tamanha complexidade que não se poderia aprovar ou reprovar sem que antes o analisássemos, lembrando a população que temos 15 dias, de modo que este seria votado em reunião extraordinária, como o que foi feito.
 
Contudo Senhores servidores e população gaucha nortense, digo-lhes que estamos aqui pela legalidade, não iremos nos valer de pressão para aprovar milhões em remanejamentos sem sabermos a real necessidade e situação do Executivo municipal. A máquina pública pode sim continuar e vai, no que for cabível aos Vereadores, com tem sido feito até a presente data em relação aos projetos de remanejamento enviados.
 
Gostaríamos que todos compreendessem que não foi na data de 25 de setembro que o Executivo percebeu que vossos salários deixariam de ser pagos por falta de dotação orçamentária, mas assim, obrigando-nos a votar esse projeto com a justificativa de não paga-los, ele estaria conseguindo mais verbas para alimentar despesas talvez desnecessárias.
 
Nós Vereadores estamos sendo vitimas do Executivo, pois de forma mentirosa e falsaria ele colocou inverdades na boca do povo. Instruídos de pessoas igualmente má intencionados, o chefe deste Poder Executivo tem jogado a culpa de seus erros no Poder Legislativo, e isso tem que acabar.
 
Estamos vendo diariamente pessoas serem dispensados sob justificativa de corte orçamentário, as obras estão paralisadas, projetos estão sendo cancelados e parcerias perdidas, mas senhores, não se esta vendo o executivo cortar diárias de viagens, ou então reduzir o pessoal que recebe salários exorbitantes para não fazer nada, e ... é conosco que vocês se revoltam?
 
Ao invés de tentar manter um dialogo, o Chefe o Executivo, enconde-se atrás de sua mesa, evitando e impedindo qualquer tipo de dialogo ou negociação com esta Casa de Leis, preferindo ter como adversários estes vereadores que são aqueles que fazem e lutam pelo povo.
 
Esclareço que todas as falsas conversas jogadas na boca do povo são apenas para forçar este poder a tornar-se conivente com os pactos do Poder Executivo, e que não nos rendemos a isso, pois estamos apenas exercendo o papel que nos foi dado povo de fiscalizar e impedir que se façam pelo povo irregularidades e que essas prejudiquem o futuro do nosso Município.